Última hora

Em leitura:

Putin chora no discurso de vitória


Rússia

Putin chora no discurso de vitória

Foi por entre lágrimas que Vladimir Putin agradeceu aos russos por o terem elegido, para um terceiro mandato como presidente da Rússia.
 
No discurso de vitória Putin, perante centenas de apoiantes que se reuniram no centro de Moscovo o, agora, presidente afirmou que “tinha prometido uma vitória e agora ela aí está. Glória à Rússia!”
 
Com 30 por cento dos votos contados, Vladimir Putin lidera a contagem com 63,4 por cento. Guennady Zyuganov, do Partido Comunista, aparece em segundo lugar com 17,3 por cento. O magnata Mikhaïl Prokhorov fecha o pódio conquistando 7,3. por cento. O ultranacionalista Vladimir Zhirinovsky e Sergey Mironov, do Partido Rússia Justa, conseguiram 7,2 e 3,7 por cento, respetivamente.
 
Quem reagiu, já, aos resultados foi Gennady Zyuganov. O candidato comunista afirmou que não podia considerar as eleições “nem limpas, nem justas, nem dignas. De acordo com um dos dirigentes do partido, registaram 3200 fraudes e violações durante o escrutínio.
 
O multimilionário russo, Mikhaïl Prokhorov, vai na mesma linha e afirmou que as eleições não fora “limpas”.
 
Prokhorov afirmou ainda que participou
“conscientemente” num jogo com regras ditadas por alheios”, mas que conseguiu “criar uma plataforma para formar uma nova formação política”.
 
O milionário russo prometeu não aceitar nenhum cargo proposto por Putin e afirmou que vai participar nas próximas eleições presidenciais.