Última hora

Última hora

OSCE denuncia falta de justiça nas eleições presidenciais na Rússia

Em leitura:

OSCE denuncia falta de justiça nas eleições presidenciais na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

A esmagadora vitória de Vladimir Putin nas presidenciais deste domingo na Rússia é o resultado de um processo eleitoral injusto e com bastantes irregularidades.

A conclusão foi feita pelos observadores da Organização para a Cooperação e Segurança na Europa que assistiram ao desenrolar do escrutínio.

Em conferência de imprensa, Tiny Kox, chefe da delegação da OSCE, afirmou que “as eleições presidenciais russas mostraram um claro vencedor com uma maioria absoluta, evitando uma segunda volta. No entanto, a escolha dos eleitores foi limitada. A concorrência eleitoral foi injusta e não teve um árbitro imparcial.”

O observador Tonino Picula disse haver algumas inovações, mas insiste sobre a injustiça do processo.

“Estas eleições foram injustas, apesar de algumas inovações no processo eleitoral e possibilidades sem obstáculos durante a campanha. Esperamos que as autoridades russas se comprometam de forma mais enérgica em respeitar as recomendações da OSCE e esperamos que estas recomendações sejam vistas como um incentivo para se iniciar uma reforma do processo eleitoral, permitindo assim uma concorrência efetiva em futuras eleições.”

- Alguns vídeos que atestam as alegadas fraudes:


    – Daguestão (sob investigação das autoridades)
 

  – Daguestão, outra mesa de voto (não confirmado)
 

  – Yekaterimburgo, filmado à 00:47 locais, segundo o utilizador que publicou o vídeo 
http://www.youtube.com/watch?v=qngzUAktSLE

- Rede oficial das câmaras web de todas as mesas de voto: http://webvybory2012.ru/