Última hora

Última hora

Oposição russa convoca novo protesto anti-Putin para sábado

Em leitura:

Oposição russa convoca novo protesto anti-Putin para sábado

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin tenta conter a vaga de contestação contra o seu regresso à presidência russa.

Para responder às críticas sobre as fraudes no voto de domingo, o presidente-eleito garantiu que todas as queixas vão ser investigadas, durante uma visita a um centro de controlo das assembleias de voto em Moscovo.

“Claro que houve violações, precisamos de identificá-las e resolvê-las para que seja claro para todos que a situação está sob controlo e que o escrutínio foi supervisionado”, garantiu Putin.

Várias organizações não governamentais falam de milhares de casos de fraude durante o escrutínio no domingo.

O ex-líder soviético Mikhail Gorbatchev admitiu hoje que o poder russo poderia ter contornado as regras de transparência impostas durante o escrutínio.

Face às dúvidas dos observadores internacionais, a oposição promete prosseguir os protestos contra a reeleição de Putin com uma nova manifestação convocada para sábado.

A polícia libertou hoje vários manifestantes detidos ontem, entre os quais o militante anti-corrupção e “blogger”, Alexei Navalny.

“Vamos prosseguir os protestos por todos os meios possíveis. Vamos prosseguir os protestos até conseguirmos vencer e cumprir os nossos objetivos”, afirma Navalny.

A maioria das centenas de ativistas detidos ontem deverá enfrentar os tribunais, onde incorrem em penas que vão da simples multa até 15 dias de prisão, por infração das regras de manifestação.