Última hora

Última hora

Dois europeus assassinados na Nigéria

Em leitura:

Dois europeus assassinados na Nigéria

Tamanho do texto Aa Aa

Um cidadão britânico e outro italiano raptados na Nigéria, em Maio do ano passado, foram mortos nesta quinta-feira, durante uma operação de resgate em que participaram militares britânicos e nigerianas.

O Presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, acusou o grupo islamista Boko Haram pelo crime.

Os dois homens eram engenheiros e tinham sido raptados há quase dez meses na região de Birnin Kebbi, no Noroeste da Nigéria, junto à fronteira com o Níger, onde vários sequestros têm sido levados a cabo pela Al-Qaeda no Magrebe Islâmico.

“Havia uma janela de oportunidade para tentar libertá-los. Tinhamos razões para pensar que as suas vidas estavam em perigo e preparamos uma operação conjunta com as autoridades nigeriana”, explica o primeiro ministro britânico.

Segundo declarações de David Cameron os reféns foram mortos pelos raptores antes de serem resgatados.

O chefe do executivo italiano recebeu a notícia pelo primeiro-ministro britânico, David Cameron, num telefonema a contar o resultado trágico da operação.

Em Itália o trágico desfecho da operação militar está a suscitar polémica no seio da oposição.

.