Última hora

Última hora

Rússia repudia intervenção militar na Síria

Em leitura:

Rússia repudia intervenção militar na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia continua a repudiar uma intervenção militar externa na Síria.

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo reiterou, este sábado, durante uma reunião da Liga Árabe, no Cairo, a importância de se encontrar um mecanismo de vigilância independente para permitir o fim da violência e encorajar o governo sírio a aceitá-lo.

“Acredito que estamos todos de acordo quando o assunto é a Síria e que, hoje, a ação mais urgente é pôr fim à violência, respeitando a iniciativa da Liga Árabe de 2 de novembro. É preciso permitir que a assistência humanitária a todos os que precisam dela,” avisa Serguei Lavrov.

O Qatar fala de um genocídio. O ministro dos negócios estrangeiros afirmou que “a paciência do mundo chegou ao fim” e é altura de enviar forças árabes e internacionais para a Síria.

A violência na Síria fez já, de acordo com o
Observatório Sírio dos Direitos Humanos, mais de 8 mil e quinhentas vítimas, desde março de 2011.