Última hora

Última hora

"Stop Kony" visto por 50 milhões

Em leitura:

"Stop Kony" visto por 50 milhões

Tamanho do texto Aa Aa

Nas redes sociais, este vídeo, que pretende chamar a atenção para o criminoso de guerra, o ugandês Joseph Kony, já foi visto por 50 milhões de pessoas.

Acessível no «site» Youtube, o filme pretende tornar «famoso e visível» o líder do Exército de Resistência do Senhor acusado de milhares de mortes e raptos, torturas e exploração de dezenas de milhares de crianças nos últimos 20 anos.

Luis Moreno-Ocampo, Procurador do Tribunal Internacional considera a iniciativa da «Invisible Children» incrível porque Kony não matou pessoas em Nova iorque nem em Paris, na Africa Central ninguém se interessa por essas pessoas”.

A ONG crianças invisíveis, com sede em São Diego na Califórnia, reclama uma intervenção militar norte-americana para capturar o criminoso, procurado pelo Tribunal Penal Internacional.

A Casa Branca já se associou à campanha, assim como várias celebridades, como o patrão da Microsoft Bill Gates.