Última hora

Última hora

Eslováquia: esquerda vence legislativas sem maioria absoluta

Em leitura:

Eslováquia: esquerda vence legislativas sem maioria absoluta

Tamanho do texto Aa Aa

O partido social-democrata liderado por Robert Fico venceu as legislativas na Eslováquia. No entanto, a formação de esquerda do ex-primeiro-ministro obteve apenas 39,6 por cento dos votos, o que significa que vai precisar de uma aliança para governar.

Fico afirmou que “depois das eleições parlamentares, haverá uma mesa redonda com todos os partidos que obtiveram mais de cinco por cento dos votos e veremos quem é capaz de cooperar”.

O próprio Fico avançou duas soluções possíveis: um executivo bipartidário ou uma “grande coligação”, que pode reunir até seis formações.

O partido de centro-direita da primeira-ministra Iveta Radicova ficou-se pelos 8,1 por cento dos votos. A coligação de direita no poder sofreu os efeitos do escândalo de corrupção que afetou nomeadamente o chefe da diplomacia.

O caso veio à luz com a publicação de um relatório dos serviços secretos, batizado com o nome de “Gorila”, que revela trocas de favores através de conversas telefónicas entre dirigentes políticos e homens de negócios eslovacos entre 1998 e 2006.