Última hora

Última hora

Queixa histórica contra maiores tabaqueiras canadianas

Em leitura:

Queixa histórica contra maiores tabaqueiras canadianas

Tamanho do texto Aa Aa

Começou a fumar com 10 anos. Hoje tem 67, sofre de cancro do pulmão e, com um cigarro na mão, diz que não consegue deixar de fumar.

Jean-Yves Blais apresentou a primeira queixa no Canadá contra as três maiores tabaqueiras canadianas e foi seguido por dois milhões de fumadores no Quebec.

Este grupo de fumadores e ex-fumadores exige às três companhias uma indemnização que pode ascender aos 27 mil milhões de dólares.

Mario Bujold, porta-voz do Conselho Canadiano do Tabaco e da Saúde, explica porquê. “Eles estão. Têm problemas de saúde e querem que se faça justiça pelo que estão a sofrer.”

A queixa, considerada a maior do género da história do Canadá, tem por base a falta de informação sobre os efeitos do tabaco, que para os queixosos lhes foi negada pelas empresas para aumentar as vendas.

As tabaqueiras afirmam que os riscos relacionados com o tabagismo são conhecidos há décadas.

“As pessoas optaram por começar a fumar por razões diversas e devem assumir as suas responsabilidades”, defende Deborah Glendinning, advogada da Imperial Tobacco.

Nos Estados Unidos, os tribunais são há décadas o palco de batalhas legais relacionadas com o tabaco.

Há duas semanas, a indústria saiu vitoriosa quando um juiz federal declarou inconstitucional uma lei que obrigava as tabaqueiras a colocarem imagens choque nos maços de tabaco.

Para o juiz Richard Leon, a lei viola a liberdade de expressão – prevista na primeira emenda da Constituição – das companhias de tabaco.

Para o governo norte-americano esta era uma medida que tinha como objetivo dissuadir os americanos de caírem no vício do tabaco.

Um relatório publicado na semana passada pelo Departamento da Saúde dos EUA conclui que o tabagismo assumiu “proporções epidémicas” nos mais jovens.

Um em cada quatro estudantes universitários fuma quotidianamente. O tabaco mata mais de 1200 pessoas por dia nos Estados Unidos.