Última hora

Última hora

Síria: Correio eletrónico de Assad revela ditador numa torre de marfim

Em leitura:

Síria: Correio eletrónico de Assad revela ditador numa torre de marfim

Tamanho do texto Aa Aa

A revelação do correio eletrónico de Bashar Al Assad arrisca-se a inflamar ainda mais a revolta da população síria.

Segundo mais de três mil mensagens eletrónicas transmitidas por um pirata informático ao jornal britânico The Guardian, Assad está totalmente desligado da realidade desde o início da revolta.

O ditador não hesita em caricaturar as suas próprias promessas de reformas políticas assim como a luta da oposição.

Num vídeo, anexado a uma das mensagens, Assad ridiculariza a forma como os seus detratores o acusam de ocultar os tanques do exército dos observadores internacionais.

O correio eletrónico, trocado com várias personalidades, revela que a esposa de Assad continua a encomendar jóias e mobiliário multimilionário em Paris e Londres, em plena repressão das manifestações.

As mensagens mostram ainda que Assad está em contato permanente com o Irão que o teria aconselhado sobre a forma de reprimir a população e que o presidente sírio não hesita em contornar as sanções económicas ao seu país, para comprar músicas na plataforma Itunes da Apple.