Última hora

Última hora

Apple e a corrida ao iPad3

Em leitura:

Apple e a corrida ao iPad3

Tamanho do texto Aa Aa

Produto esgotado na loja online e longas filas de espera nas ruas: a Apple continua a história de sucesso com a nova versão do iPad, o iPad3, que chegou esta sexta-feira ao mercado em dez países asiáticos, europeus e norte-americanos.

Estima-se que as vendas superem um milhão de unidades no primeiro dia. E mesmo em tempo de crise e austeridade na Europa, há fãs prontos a cortar em tudo o resto para o obter.

Processador mais rápido, melhor resolução de ecrã e melhor câmara, ligação de alta velocidade de quarta geração: os argumentos de venda atraem o presidente executivo da Hugo Boss. Mas Claus-Dieter Lahrs vai esperar depois de ver a fila de espera na loja. Também Chris Grayling, ministro britânico do Trabalho, afirma que “talvez compre em abril ou maio”, para trocar a primeira versão e se atualizar.

Desde o lançamento em 2010, a Apple já vendeu cinquenta e cinco milhões de “tablets” e deverá continuar a dominar o mercado.

Isso reflete-se na bolsa. A Apple é a empresa mais valiosa do mundo e na quinta-feira as ações chegaram a superar os 600 dólares.