Última hora

Última hora

Crianças de Lommel recordam amigos desaparecidos

Em leitura:

Crianças de Lommel recordam amigos desaparecidos

Tamanho do texto Aa Aa

Muitas das crianças que morreram no acidente rodoviário de terça-feira num túnel da Suíça, eram de uma escola de Lommel, uma pequena cidade belga de 30 mil habitantes.

Uma jornalista da Euronews deslocou-se até e falou com alguns pais de alunos daquela escola.

“ A minha folha mais nova tem cinco anos e ficou muito chocada quando viu os professores a chorar…

Quando contaram que no regresso a casa eles…

- Acha que a cidade vai algum dia esquecer o que aconteceu?

- Não, não…Isto não pode ser esquecido. Tem de ser lembrado para sempre.”

No exterior da escola crianças depositavam flores e mensagens de despedida aos colegas e amigos desaparecidos. Embora com reações diferentes os mais pequenos pareciam compreender a gravidade da situação.

“Um está muito excitado, o outro muito calmo. Este faz muitas perguntas. Quem morreu, quem não morreu. As crianças compreendem este problema. Compreendem muito depressa”, disse a mãe de dois alunos.

“Durante o minuto de silêncio, alunos e professores permaneceram no interior da escola ao abrigo das câmaras. reuniram-se no refeitório e deram as mãos e as crianças passaram de mão em mão uma vela e um peluche antes de se abraçarem
Foi uma forma de dizer adeus aos colegas que não voltarão à escola”, sublinhou Audrey Tilve da Euronews.