Última hora

Última hora

Marrocos: Manifestação pelos direitos da mulher

Em leitura:

Marrocos: Manifestação pelos direitos da mulher

Tamanho do texto Aa Aa

Em Marrocos centenas de militantes feministas e ativistas dos direitos humanos exigiram este sábado a suspensão imediata da lei que obrigou uma adolescente a casar-se com o seu violador. Amina de 16 anos suicidou-se há uma semana.

O protesto decorreu em frente do Parlamento e exigia a anulação do artigo do Código Penal que iliba o agressor de cumprir pena se este se casar com a vítima.

“O que testemunhámos é escandaloso. Basta! Temos de mudar a lei e o Código Penal”, disse Fuzia Asuli, presidente da Liga Democrática dos Direitos da Mulher.

“Não estamos só a defender os direitos das mulheres marroquinas. Defendemos as mulheres que são violadas e espancas em todo o mundo”, disse uma outra manifestante.

Os manifestantes pediram igualmente a revisão do artigo do Código de Família que permite a um juiz autorizar o casamento de uma menor de 18 anos com base numa decisão fundamentada.

O Ministério da Justiça disse em comunicado que Amina deu o seu consentimento tanto para as relações sexuais como para o casamento.