Última hora

Em leitura:

Alemanha: 25 mil contra prémio a Erdoğan


Alemanha

Alemanha: 25 mil contra prémio a Erdoğan

O primeiro-ministro turco Recep Tayyp Erdoğan anulou uma visita à Alemanha, onde deveria receber das mãos do antigo chanceler Gerhard Schröder um prémio pela amizade germano-turca.
 
Embora o motivo oficial para o cancelamento tenha sido a morte de soldados turcos no Afeganistão, a manifestação das minorias curda e alevita contribuiu para a decisão do primeiro-ministro turco.
  
“Aqui na Alemanha somos estrangeiros e no nosso próprio país somos estrangeiros também. Não sabamos para onde podemos ir, como curdos e alevitas”, diz uma manifestante.
  
A manifestação juntou 25 mil pessoas na cidade de Bochum, na Renânia do Norte-Vestefália, onde Erdoğan deveria ter recebido o prémio. Foi uma das maiores de sempre a ter lugar nesta cidade, mas segundo a polícia foi também uma das mais pacíficas. A marcha terminou no estádio da cidade. 

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Itália: Encontrados cinco imigrantes ilegais mortos