Última hora

Última hora

Sarkozy: "O país não pode ceder ao terror"

Em leitura:

Sarkozy: "O país não pode ceder ao terror"

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da república, Nicolas Sarkozy, deslocou-se esta manhã ao local do crime. O chefe de Estado fez referência às semelhanças entre os crimes ocorridos na região, apelou à prudência, mas sublinhou que o país não pode ceder ao terror.

“Este assassinato não diz apenas respeito à comunidade judaica. Toda a nação está afetada e está ao vosso lado. O modo operatório deste crime levanta-nos muitas questões devido à sua semelhança com os dramas da semana passada.”

Além de Nicolas Sarkozy, o candidato socialista às presidenciais, François Hollande, também se vai deslocar à cidade de Toulouse, apesar de anunciar a suspensão da campanha eleitoral.