Última hora

Última hora

Família das vítimas de Toulouse encontra consolo na religião

Em leitura:

Família das vítimas de Toulouse encontra consolo na religião

Tamanho do texto Aa Aa

Jonathan Sandler e os filhos Arieh e Gabriel foram três das vítimas do tiroteio de Toulouse. Sandler deixa uma filha de quatro anos e a mulher.

O professor de religião nasceu em Paris há trinta anos. Passou parte da vida em França, outra parte em Israel, onde tios e primos receberam a notícia de mais uma tragédia.

A tia já tinha perdido uma filha num atentado em Jerusalém. Agora, perdeu mais três familiares. “Ele queria dar aos outros aquilo que tinha recebido e ele era modesto e feliz com a mulher e com os filhos”, afirmou Léa Marcu.

Os familiares do rabino recorrem à religião para recuperar do choque e da dor.

“Quando fui informado, foi muito difícil… É muito difícil para mim, mas cada judeu deve saber que há coisas que não conseguimos entender e que isto foi uma sentença que veio de cima e que apenas algo bom, a vontade de Deus, vai resultar disso”, disse o primo Netanel Haviv.

“Quando vemos que, de repente, alguém é morto, sobretudo com duas crianças que não fizeram nada, podemos ver uma mensagem de cima, de que ele foi enviado numa missão especial e cumpriu-a”, sublinha o amigo Yehuda Afriyat.

Os jornais israelitas puxaram à primeira página o ataque de Toulouse, que provocou a morte de quatro pessoas.