Última hora

Última hora

Síria: Rússia impõe condições para "sim" no

Em leitura:

Síria: Rússia impõe condições para "sim" no

Tamanho do texto Aa Aa

Conselho de Segurança das Nações Unidas

A Rússia poderá dar luz verde à proposta de declaração sobre a missão de Kofi Annan à Síria no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O texto apoia os esforços do enviado das Nações Unidas e da Liga Árabe para pôr fim à violência no país que já se arrasta há um ano.

Moscovo impõe, no entanto, duas condições como explica o ministro dos Negócios Estrangeiros, desde logo, que as propostas apresentadas, pelo enviado especial da ONU à Síria, a Bashar al-Assad e à oposição sejam tornadas públicas e que a resolução não se traduza num ultimato, mas que tenha em conta o trabalho desenvolvido no país.

Uma posição que segundo Washington traduz uma evolução na postura da Rússia em relação ao conflito sírio, que já ontem defendeu a necessidade de uma trégua para fins humanitários.

O secretário-geral das Nações Unidas diz que a situação no terreno é inaceitável e apela ao fim imediato da violência. De visita à Indonésia, Ban Ki-moon voltou a insistir na necessidade de iniciar um diálogo político e de permitir a entrada de ajuda humanitária no país.