Última hora

Última hora

Itália: maior sindicato apela à greve

Em leitura:

Itália: maior sindicato apela à greve

Tamanho do texto Aa Aa

O apelo tem lugar um dia depois do encontro entre o primeiro-ministro, Mario Monti, e representantes sindicais.

Em cima da mesa estava a difícil questão das reformas laborais que Monti pretende introduzir a fim de tornar a economia mais competitiva.

Após horas de negociações, Monti anunciou ao final de terça-feira que o governo vai mesmo avançar com a reforma das leis laborais que datam dos anos 70.

O principal obstáculo é o sindicato de esquerda CGIL que mantém laços fortes com o partido de centro esquerda, Partido Democrático, uma das principais formações que apoia a maioria de Monti no parlamento.

Desde que assumiu o poder em novembro passado Mario Monti implementou um pacote de austeridade recuperando alguma confiança dos investidores que contudo continuam a acompanhar a situação de perto.