Última hora

Última hora

Lovaina despediu-se das crianças que morreram na Suíça

Em leitura:

Lovaina despediu-se das crianças que morreram na Suíça

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Lovaina, na Bélgica, parou esta quinta-feira para se despedir de sete crianças que perderam a vida na Suíça. O funeral realizou-se na igreja de São Pedro. As crianças frequentavam a escola católica de Sint-Lambertus, em Heverlee. Os familiares dos dois adultos deste estabelecimento de ensino mortos acidente da semana passada optaram por cerimónias privadas.
 
O rei dos belgas, Albert II e a rainha Paola, o primeiro-ministro Elio di Rupo, o príncipe herdeiro da Holanda ou a presidente suíça foram algumas das personalidades presentes na cerimónia.
 
O acidente chocou a Europa. Um autocarro transportando crianças de duas escolas belgas chocou violentamente contra uma parede de uma escapatória de segurança num túnel na Suíça. As crianças iniciavam a viagem de regresso a casa depois de uma estada numa estância esqui. O acidente fez 28 mortos, 6 adultos e 22 crianças.