Última hora

Última hora

Supremo Tribunal mexicano rejeita libertação de francesa condenada por rapto

Em leitura:

Supremo Tribunal mexicano rejeita libertação de francesa condenada por rapto

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal do México rejeitou a libertação imediata da francesa Florence Cassez e a anulação da sentença de 60 anos de prisão por rapto, porte de armas e delinquência organizada.

No entanto, os magistrados reconheceram irregularidades graves no processo contra a francesa de 37 anos, nomeadamente a violação dos direitos consulares de Cassez.

O processo deverá assim ser novamente analisado pela máxima instância, embora não haja data marcada para a nova audiência.

A 9 de Dezembro de 2005, um dia depois da detenção da francesa e do companheiro – suspeito de liderar um gangue de sequestradores – a polícia mexicana encenou a captura, transmitida pela televisão como se fosse em direto.

Condenada a 60 anos de prisão depois de três julgamentos desfavoráveis, Cassez está a cumprir pena na prisão de Tepepan, no Sul do México.