Última hora

Última hora

Vizinhos de Mohamed Merah recuperam o sossego

Em leitura:

Vizinhos de Mohamed Merah recuperam o sossego

Tamanho do texto Aa Aa

A normalidade voltou, esta tarde, ao bairro de Toulouse depois da morte do Mohamed Merah durante o tiroteio com as forças de elite da polícia francesa.

A operação “kamikaze” do presumível terrorista não surprendeu, afinal, os vizinhos que desconfiavam desde o início da barricada que Merah não iria nunca entregar-se vivo.

“Agora que ele decidiu deixar-se matar, que foi, penso eu, a sua escolha desde o início, estamos à espera deste defecho. Não nos surpeendeu”.

Teria preferido que ele fosse julgado?

“Sim teria sido melhor que ele fosse julgado”.

Na escola onde o masscare de três crianças e de um professor enlutou a França e a comunidade judaica, este homem, pai de um dos alunos que frequenta este establecimento diz-se satisfeito.

“Hoje os nossos filhos podem regressar à escola
sabendo que esse louco acabou de ser abatido. Muito francamente estou bastante satisfeito.”

No exterior do establecimento escolar as manifestações pela morte das crianças judaicas têm surgido às dezenas, vindas da população local.

As flores e as mensagens amontoam-se num último gesto de solidariedade para responder à violência do terrorismo.