Última hora

Última hora

Síria: UE visa esposa de Assad em 12a vaga de sanções

Em leitura:

Síria: UE visa esposa de Assad em 12a vaga de sanções

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia adotou um novo pacote de sanções contra o regime sírio que visa, desta feita, a mulher e o círculo familiar do presidente Bashar Al Assad.

Se até há alguns meses havia dúvidas quanto à posição de Asma Al-Assad no conflito sírio, os correios eletrónicos divulgados há semanas mostram que a esposa do presidente apoia tanto quanto ignora a ação repressiva do exército.

As sanções incluem o congelamento de bens de 11 familiares assim como a proibição de viagens para a Europa.

Trata-se da 12a vaga de sanções europeias num momento em que o enviado da ONU para a Síria viaja este fim de semana a Moscovo e Pequim.

Para o responsável da diplomacia alemã, Guido Westerwelle, “assistimos a uma erosão crescente do sistema de Assad e por isso é importante que o governo russo emita um sinal claro de que não quer ser o padrinho do regime”.

Para o ministro dos negócios estrangeiros francês, Alain Juppé, “ultrapassámos uma fase significativa com a adoção da declaração presidencial do Conselho de Segurança e estou contente que os russos tenham feito um gesto na nossa direção”.

Koffi Annan vai reunir-se este fim de semana com responsáveis russos e chineses para obter o apoio a um plano de paz em seis fases, que inclui o fim da repressão, o início de um diálogo político e o envio de ajuda humanitária para o país.