Última hora

Última hora

Papa condena o "mal" da droga no México

Em leitura:

Papa condena o "mal" da droga no México

Tamanho do texto Aa Aa

O papa Bento XVI prosseguiu hoje, na cidade de Léon, a visita de três dias ao México.

Uma deslocação marcada por um encontro com o presidente Felipe Calderon e uma reunião com centenas de crianças, num momento em que a Igreja católica é alvo de acusações de pedofilia no país.

O santo padre deverá ainda exprimir-se sobre a violência provocada pela luta entre cartéis de droga no país, depois de ter apelado ao fim do “mal” que afeta o México.

Pelo menos dois cartéis de traficantes locais terão decretado um cessar-fogo temporário durante a presença do papa na região.

A visita enquadra-se numa deslocação à América Central que o deverá levar na segunda-feira a Cuba.

Durante a viagem de avião, o sumo pontífice apelou ao regime de Havana a virar a página sobre o que considerou ser “uma ideologia do passado”.

Em Havana, a oposição espera uma condenação por parte do papa das violações dos direitos humanos praticadas pelo regime.