Última hora

Última hora

México: "A Vontade de Não Saber" ensombra visita do Papa

Em leitura:

México: "A Vontade de Não Saber" ensombra visita do Papa

Tamanho do texto Aa Aa

A visita do Papa Bento XVI ao México está a ser ensombrada por novas acusações contra o Vaticano de dissimulação de provas de casos de pedofilia registados no país.

Em causa está o caso de um dos mais célebres sacerdotes mexicanos, Marcial Maciel, um próximo de João Paulo II, que a Igreja terá encoberto durante décadas.

O padre Marcial, fundador da lendária Ordem dos Legionários de Cristo faleceu em 2008, mas neste primeiro dia da visita do Papa, foi lançada, no México, uma obra de investigação onde são revelados documentos do Vaticano que provam que a hierarquia estava ao corrente das ações do sacerdote.

O livro chama-se “A Vontade de Não Saber” e um dos três autores, Fernando Gonzalez, diz que apesar de a Igreja já ter reconhecido os abusos cometidos, “nenhum bispo ou arcebispo mexicano será incomodado, a Igreja tem-se mantido discreta e está a atirar a questão para baixo do tapete”, afirma.

Segundo o livro, Bento XVI conhecia o problema desde o ano 2000, altura em que era Perfeito para a Doutrina da Fé. O Vaticano não reagiu à publicação da obra.