Última hora

Última hora

Vitória amarga para o PP na Andalúzia

Em leitura:

Vitória amarga para o PP na Andalúzia

Tamanho do texto Aa Aa

Afetada por uma taxa de desemprego record a região autonoma da Andalúzia, no sul de Espanha elegeu a direita no Parlamento regional mas sem lhe conceder a maioria.

O PP de Mariano Rajoy, foi pela primeira vez na história, o partido mais votado nesta região, bastião histórico dos socialistas.

Uma “vitória amarga” para os conservadores que, com 50 deputados eleitos, podem ver escapar para uma coligação PSOE-Esquerda Unida (IU) o governo da região, que deverá vir a ser liderado por José Antonio Griñan.

Dizem os vencedores que um novo ciclo político acaba de começar.

Com 8,3 milhões de habitantes a Andalúzia é o grande desafio para os socialistas sendo esta a última das dezassete regiões que ainda governavam sozinhos.

Depois da sua vitória estrondosa nas legislativas de Novembro o partido do primeiro-ministro, contava com a maioria na Andaluzia para assim consolidar ainda mais a sua tomada de controlo nas regiões espanholas e testar a sua popularidade face à política de austeridade que o governo tem conduzido.