Última hora

Última hora

Kofi Annan diz que Damasco aceitou plano de paz

Em leitura:

Kofi Annan diz que Damasco aceitou plano de paz

Tamanho do texto Aa Aa

A Síria aceitou o plano de paz proposto por Kofi Annan. A confirmação do aval de Damasco foi feita pelo porta-voz do emissário da ONU e da Liga Árabe, que se encontra em Pequim.

À chegada para o encontro com o primeiro-ministro chinês, Annan explicou que o plano consiste no estabelecimento de “discussões políticas, retirada de tropas e armamento pesado das zonas residenciais, autorização do acesso à assistência humanitária, libertação de prisioneiros e liberdade de acesso e movimentos para os jornalistas. Agora é preciso ver como avançamos e implementamos o acordo que foi aceite”.

Apesar de Damasco se dizer comprometida com a paz, o Exército sírio realizou uma breve incursão no norte do Líbano durante violentos combates contra militares desertores.

Ativistas sírios informam também de confrontos e bombardeamentos na província de Hama.

Desde o início da repressão contra a revolta popular, iniciada em Março do ano passado, há registo de mais de nove mil vítimas mortais.

Os hospitais sírios, muitos dos quais improvisados, queixam-se da falta de meios para assistir os feridos que continuar a chegar todos os dias. Na região de Homs, a Cruz Vermelha Internacional descreve mesmo uma “profunda crise humanitária”.