Última hora

Última hora

Maior cooperação precisa-se no combate ao terrorismo nuclear

Em leitura:

Maior cooperação precisa-se no combate ao terrorismo nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

Uma maior cooperação contra o terrorismo nuclear. Foi o apelo deixado pelos líderes mundiais no segundo e último dia da cimeira em Seul.

Os trabalhos de limpeza em Semipalatinsk, no Cazaquistão, foram dados como um exemplo a seguir.

Em 2004, Washington, Moscovo e Astana uniram esforços para reabilitar a área que a União Soviética usou durante 40 anos para ensaios nucleares.

O presidente do Cazaquistão garante que os trabalhos estão praticamente concluídos e que a segurança melhorou substancialmente, acrescentando, que este é um bom exemplo de cooperação no que toca à segurança e à não proliferação de armas nucleares.

Os planos do regime norte-coreano para colocar um satélite em órbita dominaram o último dia de trabalhos. Pyongyang já fez saber que não vai desistir daquilo que considera ser um direito.