Última hora

Última hora

Total acusada de ter sido alertada e nada fazer

Em leitura:

Total acusada de ter sido alertada e nada fazer

Tamanho do texto Aa Aa

A Total já sabia dos perigos de algumas das suas plataformas de petróleo. A informação é avançada pelo The Guardian, o jornal britânico garante ter trazido à luz do dia, por diversas vezes, a questão e acusa a empresa de não ter feito nada.

Entretanto a Total já encontrou o ponto onde se deu a fuga mas está a uma profundidade maior do que se pensou. Um incidente que levou à evacuação de uma das suas plataformas em águas britânicas do Mar do Norte.

Segundo o porta-voz da empresa a fuga aconteceu num poço que tinha sido tapado há um ano e que fica localizado numa formação rochosa a 4.000 metros de profundidade.

A questão que se põe agora é saber se existe a possibilidade de uma explosão. Um dos responsáveis da empresa pela segurança ambiental garante que não há risco porque a conceção da estrutura foi pensada tendo em consideração a direção do vento, por isso, qualquer fuga de gás será transportada no sentido inverso à chama.

Com ou sem riscos a Total já enviou para o terreno equipas de combate a incêndios para o caso de haver uma explosão. Espera-se que a chama se extinga, por si só, nos próximos dias.