Última hora

Última hora

Espanha: As duras medidas de austeridade

Em leitura:

Espanha: As duras medidas de austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha revelou a receita para reduzir o défice de forma drástica este ano. O governo de Mariano Rajoy vai cortar pelo menos 27 mil milhões de euros nos orçamentos dos ministérios, os salários dos funcionários públicos ficam congelados e vão aumentar os impostos às empresas e o preço da eletricidade.

Um dia após a greve geral e num contexto económico difícil, Soraya Sáenz de Santamaria, vice-presidente e porta-voz do executivo, explica que “o governo está decido a implementar todas as medidas necessárias para mudar a situação do país”, abraços com um défice público e desemprego elevados, “para que possa voltar a crescer e a criar postos de trabalho.

O governo tinha dito que seria o orçamento mais duro da história do país para reduzir o défice dos atuais 8,5% do PIB para 5,3% no final do ano.