Última hora

Em leitura:

Mali: golpistas anunciam criação de governo transitório


Mali

Mali: golpistas anunciam criação de governo transitório

Os rebeldes tuaregues estão à beira de controlar o norte do Mali, depois de terem levado a cabo uma ofensiva relâmpago nos últimos dias.

Os combatentes do MNLA, apoiados por vários grupos armados islamitas, encontram-se às portas da cidade de Tumbuctu, depois de terem tomado as cidades de Gao e Kidal.

Segundo testemunhas, o exército terá desertado a cidade, num momento em que a capital se encontra sobre o controlo de uma junta militar que derrubou na semana passada o presidente Touré.

Em Bamako, um habitante afirma, “sinto-me frustrado, parece que o Mali foi abandonado pelos países vizinhos num momento em que está a ser atacado por islamitas, que alguns tratam de terroristas. Sinto-me muito triste com esta situação”.

A junta militar, chefiada pelo capitão Sanogo, anunciou hoje a criação de uma autoridade transitória, de cariz civil, para organizar as próximas eleicoes.

A horas de expirar o ultimato dos países da África Ocidental para que os golpistas abandonem o poder, os militares anunciaram igualmente o restabelecimento da ordem constitucional que na prática significa a dissolução da junta.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

"Amigos da Síria" divididos entre diplomacia e envio de armas a rebeldes