Última hora

Última hora

Hungria: Presidente derrubado por plágio

Em leitura:

Hungria: Presidente derrubado por plágio

Tamanho do texto Aa Aa

Após vários dias de intensa polémica, o presidente da Hungria, Pal Schmitt, demitiu-se esta manhã.

Perante os deputados, no parlamento, Schmitt afirmou: “De acordo com a constituição, a pessoa do presidente deve representar a unidade da nação húngara; a minha pessoa tornou-se, infelizmente, sinónimo de divisão, por isso, sinto-me no dever de deixar o meu posto”.

Na origem da demissão está o alegado plágio da tese de doutoramento sobre a História dos Jogos Olímpicos, que fez na Universidade de Budapeste. Há uma semana, o senado da universidade decidiu anular o doutoramento, considerando que houve plágio e que a tese não corresponde aos métodos científicos e éticos.

Um dos principais jornais do país revelou, em janeiro, excertos da tese de doutoramento do presidente, na qual 180 das 215 páginas são iguais aos textos anteriormente publicados por um perito búlgaro.

Há vários dias que as manifestações se repetem para exigir a demissão do presidente. Pal Schmitt começou por recusar demitir-se, mas perante a pressão, acabou por ceder.