Última hora

Última hora

Índia: tribunal prolonga detenção de marinheiros italianos

Em leitura:

Índia: tribunal prolonga detenção de marinheiros italianos

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal indiano do Estado de Kerala, no sul do país, prolongou por duas semanas a detenção provisória dos marinheiros italianos acusados de matar dois pescadores.

Contrariamente ao previsto, o Supremo Tribunal de Kerala não se pronunciou acerca da jurisdição sobre o caso, que tem azedado as relações diplomáticas entre a Índia e a Itália.

O governo regional de Kerala recusa a expatriação dos marinheiros.

O representante da diplomacia italiana encarregado das negociações, Staffan De Mistura, condenou a decisão. O ministro italiano da Defesa deslocou-se também em vão ao Estado de Kerala.

O chefe da diplomacia indiana sublinhou esta segunda-feira o apoio à decisão do executivo regional, frisando que o caso é competência da Justiça de Kerala.

Os marinheiros – Massimiliano Latorre e Salvatore Girone – são acusados de matar, em Fevereiro, dois pescadores indianos que se aproximaram do petroleiro Enrica Lexie, ao confundi-los com piratas. A Itália diz que devem ser julgados no país de origem já que o incidente ocorreu, segundo Roma, em águas internacionais. A Índia diz que o petroleiro estava nas suas águas.