Última hora

Última hora

Reformado suicida-se diante do Parlamento grego

Em leitura:

Reformado suicida-se diante do Parlamento grego

Tamanho do texto Aa Aa

A crise terá levado um reformado de 77 anos a suicidar-se diante do Parlamento grego, em Atenas. Pelo menos é o que indicam vários testemunhos recolhidos pela imprensa helénica, segundo os quais o antigo farmacêutico terá gritado que não queria deixar dívidas aos filhos. Ainda de acordo com os “media” gregos, foi encontrada uma carta num dos bolsos do idoso em que este acusava o governo de o ter privado de recursos.

Centenas de pessoas passaram pela Praça Syntagma, para prestar homenagem ao reformado que, em algumas horas, se converteu no símbolo de um país asfixiado pela austeridade. A concentração transformou-se em protesto contra o executivo, com os manifestantes a chamarem “assassinos” aos políticos.

Em 2010, o número de suicídios no país aumentou 18 por cento relativamente ao ano anterior. Uma subida interpretada como uma consequência da grave crise económica que atravessa o país.