Última hora

Última hora

Síria: Imposta data limite para a cessação das hostilidades

Em leitura:

Síria: Imposta data limite para a cessação das hostilidades

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 41 pessoas, maioritariamente civis, morreram esta quarta-feira na Síria, em violentos bombardeamentos e tiroteios na província de Homs.

A violência continua a registar-se diariamente, apesar de Damasco ter aceitado a data limite de 10 de abril para começar a aplicar o plano de paz apresentado pelo mediador da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan.

A cessação completa da violência terá de ocorrer nas 48 horas a seguir a essa data.

Antes de 10 de abril, o regime sírio terá de retirar as armas pesadas das cidades e de iniciar a retirada de tropas.

Entretanto o presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha deslocou-se a Deraa para se inteirar das necessidades humanitárias daquele bastião da contestação regime de Al-Assad.

Aí também se encontrou com o seu homólogo do Crescente Vermelho.

Por seu lado, Kofi Annan reuniu-se na sede das Nações Unidas em Genebra com o major-general norueguês Robert Wood que vai comandar uma missão de observadores da ONU à Síria.

Para já, em Damasco é esperada uma equipa das Nações Unidas para preparar um plano de envio de observadores destinado a verificar o fim das hostilidades.