Última hora

Última hora

Itália: Escândalo de corrupção leva à queda do líder da Liga do Norte

Em leitura:

Itália: Escândalo de corrupção leva à queda do líder da Liga do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, o líder da Liga do Norte não resistiu ao escândalo de corrupção e financiamento ilegal que envolve a formação política de direita.

Umberto Bossi demitiu-se esta quinta-feira da direção do partido após denúncias de desvio de fundos públicos para obras na mansão familiar e para pagar despesas dos filhos.

Bossi cai dois dias depois do tesoureiro do partido, Francesco Belsito e outros dirigentes terem sido colocados sob investigação por suspeita de fraude e financiamento partidário ilegal.

As autoridades judiciais suspeitam ainda que a Liga do Norte tenha sido utilizada para lavar dinheiro da máfia calabresa.

Um deputado europeu do partido estranha a “coincidência desta investigação ao único partido da oposição a um governo que está a matar o norte de Itália neste período de campanha eleitoral”. Matteo Salvini considera no entanto que se alguém prevaricou, “deve pagar”.

Aliado fiel de Sílvio Berlusconi em três governos sucessivos, Umberto Bossi recusou apoiar o executivo de Mario Monti e pensava capitalizar votos com o descontentamento popular provocado pelas medidas de austeridade que a Itália tem implementado desde novembro.

Bossi deixou a liderança executiva mas foi escolhido imediatamente para presidente da Liga do Norte, um cargo honorífico.