Última hora

Última hora

Mali: Cidade fronteiriça de Mopti pode vir a ser campo de batalha

Em leitura:

Mali: Cidade fronteiriça de Mopti pode vir a ser campo de batalha

Tamanho do texto Aa Aa

O processo de transição está em marcha no Mali.

Esta terça-feira o presidente da Assembleia Nacional deverá ocupar interinamente a cadeira deixada vazia com a demissão do chefe de Estado, Amadou Touré.

No entanto, com o tempo intensifica-se a ameaça vinda do norte, controlado por rebeldes tuaregues e islamitas armados.

Mopti assume-se como um hipotético campo de batalha no futuro próximo.

A cidade fronteiriça poderá ser a próxima refém depois dos cercos a Timbuktu e Gao. Aqui, ao que tudo indica, encontram-se cerca de cem combatentes do grupo islamita Boko Haram.

O presidente interino enfrenta agora o desafio de tentar pacificar o norte do país. Dioncounda Traouré, reuniu-se esta segunda-feira com o chefe da junta militar, Amadou Sanogo.

Um frente-a-frente de cerca de uma hora, aparentemente produtivo, com o objetivo de acertar agulhas sobre as condições do processo de transição e de regresso à ordem constitucional.