Última hora

Última hora

Confrontos e greve de fome na Rússia

Em leitura:

Confrontos e greve de fome na Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Prossegue a greve de fome do autarca derrotado na cidade russa de Astrakhan e, esta terça-feira, com confrontos físicos, com os apoiantes do candidato vencedor.

Oleg Sheine e quatro dos seus apoiantes iniciaram a greve de fome há 25 dias. Nos dias seguintes outras pessoas se juntaram ao protesto. Neste momento, são 22 os grevistas.

Esta terça-feira, cerca de 2000 manifestantes que apoiam o candidato vencedor, Mikhail Stoliarov, aproximaram-se do local e confrontaram-se com os 1500 apoiantes de Oleg Sheine.

A polícia foi obrigada a intervir e conseguiu separar os dois grupos.

O delegado do Ministério Público diz que as irregularidades não influenciaram os resultados:

“As violações que foram registadas não afetaram os direitos de Oleg Sheine, nem os resultados das eleições”.

Também o governador regional confirma esta versão.

Oleg Sheine, que representa o partido Rússia Justa, conseguiu 30 por cento dos votos, contra os 60 por cento de Stoliarov.

Mas os seus números são diferentes. Ele reclama 47 por ceneto dos escrutínios, contra 42 do adversário.

Por isso, exige a repetição das eleições e, enquanto não tiver essa garantia, não acaba com a greve de fome.

Depois de 25 dias sem comer, já perdeu 10 quilos.