Última hora

Última hora

Tragédia do Titanic foi há 100 anos

Em leitura:

Tragédia do Titanic foi há 100 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Os descendentes das vítimas do Titanic prestaram-lhes homenagem, esta terça-feira, 100 anos depois da tragédia.

As cerimónias tiveram um significado especial na cidade inglesa de Southampton.

549 dos mortos eram naturais desta cidade, do sul de Inglaterra.

Na sua maioria, eram empregados de bordo, desde tripulantes, até aos serviços de hotelaria. Crónicas da época dizem que, arranjar um emprego a bordo do Titanic era um dos grandes sonhos da juventude local.

Ninguém acreditou nas primeiras notícias que chegaram à cidade, relatando o naufrágio, no Atlântico norte.

Cem anos depois, restam as coroas de flores, para homenagear aqueles que perderam a vida, no maior desastre da marinha mercante mundial.

E um museu, para perpetuar a memória dos que morreram, a meio de um sonho.

“Eu reparei que toda a cerimónia foi muito comovente, muito tocante e estou feliz por ter podido participar nela”, diz Bárbara Corben, bisneta de Ernest Corben, falecido no desastre.

Alguns dos descendentes conhecem as circunstâncias que levaram os seus antecessores a embarcar. Muitos iam à procura de emprego.

As cerimónias de evocação vão continuar pelos próximos tempos.

Está previsto um concerto, onde será executado um requien, pelas vítimas do Titanic.