Última hora

Última hora

Fim do alerta de tsunami para os países banhados pelo Índico

Em leitura:

Fim do alerta de tsunami para os países banhados pelo Índico

Tamanho do texto Aa Aa

O centro americano de prevenção de tsunamis do Pacífico terminou o alerta para os países banhados pelo oceano Índico.

O alerta de tsunami foi lançado em toda a região asiática da costa do Oceano Índico após um sismo ocorrido no mar, 380 milhas ao largo de Aceh.

O sismo teve uma intensidade de 8,7 graus na escala de Richter e foi seguido de duas réplicas com intensidades de 6,5 e 8,1 graus respetivamente.

Aceh situa-se no norte da ilha de Sumatra na Indonésia. O abalo telúrico foi sentido também em Singapura, na Tailândia e na Índia.

Está ainda bem viva na memória de todos a catástrofe de 2004. O tsunami que ninguém conseguiu prever e no qual perderam a vida mais de 250 mil pessoas.

Segundo fontes oficiais das ilhas indianas de Andaman e Nicobar várias zonas costeiras foram evacuadas. Uma medida preventiva face à previsão do Centro de Alerta aos Tsunamis da Índia da possível formação de ondas de cerca de seis metros.

O alerta também foi lançado no Quénia e na Tanzânia, dois países africanos banhados pelo oceano Índico.

O Centro de Alerta aos Tsunamis da Índia chegou mesmo a prever a possível formação de ondas de cerca de seis metros.

A Tailândia fez evacuar seis províncias da costa do mar de Adamão. As populações foram aconselhadas a partir para zonas mais altas.
O Aeroporto Internacional de Pukhet foi encerrado, mas já reabriu.

Não é a primeira vez depois de 2004 que as populações desta área do globo são alertadas para o risco de tsunamis, os sistemas de alerta têm vindo a ser aperfeiçoados e as reações das autoridades e dos serviços de prevenção são imediatas.