Última hora

Última hora

Forças sírias ignoram cessar-fogo

Em leitura:

Forças sírias ignoram cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

As forças sírias ignoraram o plano de paz de Kofi Annan e a retirada dos centros urbanos está longe de ser uma realidade.

Não dando qualquer sinal de se apaziguar, a repressão da contestação contra o regime de Bashar al-Assad fez pelo menos 31 mortos esta terça-feira, segundo a oposição.

Os dissidentes sírios dizem que os violentos bombardeamentos sobre a cidade de Homs fizeram 26 novas vítimas mortais. Os opositores sublinham que mais de 800 sírios foram mortos desde o passado dia 27 de Março, data em que o regime de al-Assad disse concordar com o plano de Annan.

Duas semanas mais tarde, continuam a multiplicar-se os relatos de violência. Ontem, a imprensa turca voltou a relatar fortes tiroteios junto à fronteira.

Os tiros lançaram o pânico entre os refugiados sírios que escapavam da repressão para o campo de Kilis, estabelecido pelas autoridades turcas no país vizinho.