Última hora

Última hora

Marcha de apelo à comunidade internacional em Bamako

Em leitura:

Marcha de apelo à comunidade internacional em Bamako

Tamanho do texto Aa Aa

Duas mil pessoas desfilaram na capital do Mali para reclamar uma intervenção internacional contra os rebeldes tuaregues e islamitas que assumiram o controlo do norte do país.

Os manifestantes apelaram à classe política e militar para se focar na situação a norte antes de avançar com a resolução da crise política criada pelo golpe de Estado em Bamako.

O presidente da assembleia regional de Kidal diz que “basta de negociações. O diálogo deve ter lugar depois da libertação de Tumbuctu, Gao e Kidal. Depois podemos negociar”.

A Comunidade Económica de Estados da África Ocidental prepara-se para mobilizar uma força de intervenção de três mil homens que terá por missão impedir um novo progresso dos rebeldes, mas não reconquistar o território perdido.

A França, antiga potência colonial, ofereceu apoio logístico mas exclui o envio de tropas.