Última hora

Última hora

Síria: comunidade internacional espera confirmação de respeito de cessar-fogo

Em leitura:

Síria: comunidade internacional espera confirmação de respeito de cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

O cessar-fogo entrou em vigor na Síria, pelo menos em teoria. Damasco prometeu respeitar, a partir da madrugada de hoje, o ultimato fixado pelo plano de Kofi Annan para pôr fim à violência mortífera que agita o país há mais de um ano.

A comunidade internacional espera agora a confirmação do fim das operações militares sírias. Os Estados Unidos avisaram que o regime será julgado “pelo que fizer e não pelo que diz”.

A secretária de Estado norte-americana explicou que estão “alarmados com a continuação da violência na Síria e preocupados com os problemas que Annan enfrenta para tentar conseguir um cessar-fogo e o fim da violência”.

O enviado da Liga Árabe e das Nações Unidas para a Síria esteve ontem em Teerão. Annan agradeceu ao Irão, um dos poucos aliados da Síria, o apoio ao plano de paz.

Hoje, o regime de Bashar al-Assad enfrenta uma prova crucial. Várias vezes acusado pela comunidade internacional de não respeitar as promessas, Damasco precisa de mostrar, com provas concretas, que o cessar-fogo é aplicado no terreno.

A poucas horas do fim do prazo estabelecido, as seis horas da manhã – hora local -, multiplicavam-se ainda os relatos de violência.