Última hora

Última hora

Refugiados sírios protestam contra violações do cessar-fogo

Em leitura:

Refugiados sírios protestam contra violações do cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Os refugiados sírios acolhidos no campo de Yayladagi na província turca de Hatay, perto da fronteira com Síria manifestaram-se contra as violações do plano de tréguas da ONU, por parte do regime de Damasco.

No campo de Kilis também se registaram protestos de refugiados sírios contra as violações do cessar-fogo em vigor.

Entretanto, os ministros dos Negócios Estrangeiros turco e jordano, disseram que esperam receber em breve ajuda externa para poderem continuar a dar assistências aos refugiados sírios, nos respetivos países.

“Os sírios que aqui vivem dizem que não têm problemas, mas desejam regressar ao seu país”, disse Mustafa Bagh em Kilis.

“O meu país é-me muito querido. Espero poder regressar o mais cedo possível depois de Assad ter partido. Agradecemos a toda a comunicação social, à Turquia, aos países europeus e aos Estados Unidos. Obrigado”, sublinhou uma refugiado em Kilis

“Pedimos ao governo turco que se esforce mais para ajudar-nos a desembaraçar de Bashar Al-Assad. Não estou muito ao corrente do que se passa no nosso país porque existem problemas com as comunicações”, disse um outro.

Recorde-se que até agora a Turquia acolheu cerca de 25 mil refugiados e a Jordânia 100 mil, o que representa uma pesado fardo económico para aqueles países.