Última hora

Última hora

Irão e Ocidente retomam negociações

Em leitura:

Irão e Ocidente retomam negociações

Tamanho do texto Aa Aa

A delegação iraniana criticou a posição dos países do Ocidente, no dia em que foram retomadas, em Istambul, as negociações entre o Irão e as maiores potências mundiais a respeito do programa nuclear.

Teerão critica a falta de abertura do grupo, que inclui os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha e França) e também a Alemanha.

O Ocidente continua convencido que o Irão está a usar o enriquecimento de urânio para fins militares, ao contrário do que afirma Teerão.

O correspondente da euronews em Istambul, Bora Bayraktar não acredita no sucesso desta ronda negocial: “Não penso que desta ronda vá sair um progresso substancial. O Irão vai tentar ganhar tempo e o Ocidente vai continuar a exercer pressão política e económica”.

A França e os Estados Unidos, maiores críticos da política iraniana, mostraram-se decididos a prosseguir as sanções e mesmo endurecê-las. Pedem o fim imediato do enriquecimento de urânio a 20% e o fecho da central de Fordo, no centro do país, onde este enriquecimento está a ser feito.