Última hora

Última hora

Comissão eleitoral egípcia elimina dez candidatos

Em leitura:

Comissão eleitoral egípcia elimina dez candidatos

Tamanho do texto Aa Aa

A corrida presidencial no Egito sofreu um golpe, com a desqualificação de três dos favoritos, incluindo de Omar Suleiman, antigo líder dos serviços secretos e vice-presidente nos últimos dias do poder de Hosni Mubarak.

Ao todo, a comissão eleitoral eliminou dez candidatos, sem precisar as razões.

As esperanças de chegada ao poder da Irmandade Muçulmana estão também comprometidas, depois do afastamento da candidatura de Khairat al-Shater.

De fora ficou igualmente o representante dos muçulmanos mais radicais, o salafista Hazem Salah Abu Ismaili.

Todos estes candidatos anunciaram que vão recorrer da decisão.

Estes afastamentos vão fazer com que o mapa eleitoral tenha de ser redesenhado, agora que falta pouco mais de um mês para a primeira volta, marcada para 23 e 24 de maio. O antigo chefe da diplomacia Amr Mussa aparece agora como favorito.