Última hora

Última hora

Fuga em massa numa prisão paquistanesa

Em leitura:

Fuga em massa numa prisão paquistanesa

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 400 reclusos fugiram de uma prisão em Bannu, no noroeste do Paquistão, depois de um ataque levado a cabo por militantes islamitas, com armas de fogo e granadas.
 
Segundo a polícia paquistanesa, todos os fugitivos são islamitas, incluindo um condenado à morte pelo envolvimento numa tentativa de assassinar o antigo presidente Pervez Musharraf.
 
A libertação deste homem terá sido a motivação principal do assalto à cadeia. Os assaltantes, segundo os relatos, eram mais que os guardas e libertaram mais de um terço dos reclusos.
 
Os talibãs paquistaneses têm laços estreitos com os do vizinho Afeganistão e começaram há cinco anos uma luta armada contra o Estado.