Última hora

Última hora

Israel impede manifestantes de embarcar

Em leitura:

Israel impede manifestantes de embarcar

Tamanho do texto Aa Aa

Vários aeroportos europeus viveram cenas de tensão, este domingo, quando passageiros que seguiam para Israel foram impedidos de embarcar.

Deveriam participar na construção de uma escola em Belém, na Cisjordânia, uma ação que seria também um protesto contra a política israelita.

“Parece que Israel é um país fechado. Disseram-me que o meu nome está numa lista, não sei se de terroristas, ou de pessoas que não são bem-vindas em Israel. Pedi explicações mas ninguém mas deu”, diz um ativista francês.

Bruxelas e Paris foram os aeroportos onde estas cenas mais se repetiram. Israel fez uma lista de 1200 pessoas que deveriam ser impedidas de embarcar.

Os manifestantes mostraram-se indignados com a decisão das companhias aéreas de pactuar com esta lista negra feita pelos israelitas.

Algumas pessoas que iriam participar no protesto conseguiram embarcar, mas foram detidas em Israel, incluindo um cidadão português que tinha embarcado em Amã, na Jordânia.