Última hora

Última hora

Noruega: Anders Behring Breivik rejeita legitimidade do tribunal

Em leitura:

Noruega: Anders Behring Breivik rejeita legitimidade do tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Em Oslo, Anders Behring Breivik fez a saudação nazi antes de rejeitar a legitimidade do tribunal, na primeira audiência do julgamento pela morte de 77 pessoas, em julho do ano passado.

Breivik admitiu no primeiro dia do julgamento a autoria dos atentados, mas afirmou que atuou em legítima defesa.

Após ter ouvido a acusação por atos de terrorismo, Breivik não reconheceu a legitimidade do tribunal e recusou-se a levantar quando a juíza se retirou para uma pausa.

Neste primeiro dia do julgamento, foram projetadas imagens de provas incriminatórias, bem como um filme de 12 minutos que Breivik difundiu na Internet no dia dos ataques.
O filme anti-islâmico levou o acusado às lágrimas, mas não de arrependimento.

Acusado formalmente pelo Ministério Público de “ato de terrorismo” e de “homicídios voluntários”, Breivik diz que os ataques serviram para prevenir uma invasão islâmica da Noruega.

O julgamento começou uma semana após uma nova avaliação psiquiátrica o ter considerado criminalmente responsável.