Última hora

Em leitura:

Mulheres vestidas de freiras e vídeos comprometedores nas festas de Berlusconi


Itália

Mulheres vestidas de freiras e vídeos comprometedores nas festas de Berlusconi

Discreto nos últimos meses, Silvio Berlusconi volta a estar no centro das atenções devido a novas revelações chocantes no caso Rubygate.

Chamada a testemunhar no processo contra o ex-primeiro-ministro italiano em Milão, a modelo marroquina Imane Fadil diz ter recebido dois mil euros de Berlusconi para participar numa das polémicas festas “bunga bunga”.

Segundo Fadil, várias mulheres disfarçadas de freiras efetuaram sessões de “striptease” nestas festas.

A jovem modelo disse também que a compatriota Karima El Marough, conhecida como Ruby e figura central no escândalo, tem fotos e vídeos “bastante comprometedores” das festas do ex-primeiro-ministro.

Berlusconi é acusado de pagar por sexo com Ruby, em 2010, quando a jovem tinha apenas 17 anos, um delito passível de três anos de prisão em Itália. Tanto Ruby como “Il Cavalieri” negam ter tido relações sexuais.

Há uma semana, o diário italiano Corriere della Sera revelou que Berlusconi pagou 127 mil euros a três mulheres – todas testemunhas – desde que o processo teve início.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mais um norte-americano a chefiar o Banco Mundial