Última hora

Última hora

Titanic continua a inspirar engenheiros

Em leitura:

Titanic continua a inspirar engenheiros

Tamanho do texto Aa Aa

Os destroços do Titanic passaram 73 anos a uma profundidade de quase quatro mil metros. Em 1985, com um sistema sonar ultra sensível, uma iniciativa conjunta americana e francês, revelou o campo de destroços do Titanic.

Um ano depois, um pequeno robô subaquático chamado Jason Junior produziu estas imagens. “JJ” foi amarrado ao submersível tripulado Alvin.

Mas agora há uma nova geração de veículos capazes de mergulhar a uma maior profundidade e de permanecer submersos mais tempo. Muita desta tecnologia foi desenvolvida no Instituto Oceanográfico Woods Hole, em Massachussets. Neurus é um dos últimos veículos criados…