Última hora

Última hora

"Fucking" provoca debate em aldeia austríaca

Em leitura:

"Fucking" provoca debate em aldeia austríaca

Tamanho do texto Aa Aa

Fucking é um palavrão, pelo menos em inglês. E por isso há quem não goste de viver numa aldeia com esse nome, mesmo que essa aldeia fique na Áustria, o topónimo tenha outra origem e se pronuncie “Fucking”.

Algumas placas têm sido roubadas, apesar dos esforços da autarquia. “Temos colocado sinais em betão, prendemo-los com parafusos. Tentámos tudo, mas nada disso os impediu”, afirma o autarca Franz Meindl.

Um dos habitantes encomendou uma placa com um nome ligeiramente diferente. O debate acerca de uma mudança do topónimo recomeçou, mesmo que ele atraia turistas.

“O que é que eles fazem? Eles penduram-se nas placas, tiram fotografias. Alguns despem-se. Para nós o nome da aldeia é Fucking e apenas isso”, vinca Hilda Galuseder.

“Quando dizemos que somos de Fucking, as pessoas riem-se ao princípio, mas depois param. É motivo de conversa”, diz Johann Leitner.

A povoação terá sido fundada por Focko, um nobre da Bavária. O nome Fucking significa povo de Focko. A escrita do topónimo evoluiu ao longo do tempo.